スペイン語の本はスペイン書房 * スペイン語書籍・ポルトガル語書籍 - スペイン・ポルトガル・中南米洋書直輸入 スペイン・ポルトガル・中南米書籍直輸入販売
スペイン語の本はスペイン書房 * スペイン語書籍・ポルトガル語書籍 - スペイン・ポルトガル・中南米洋書直輸入
  トップ » カタログ » ポルトガル研究 » 183395 アカウント情報  |  カートを見る  |  レジに進む   
※ 通信販売規定はこちらをご覧ください⇒ ご利用規定  |  プライバシー  |  ご注文方法  |  推薦図書 特集ページ 目録PDF版  |  会社情報  |  目録外の注文   
商品検索 buscar
 書名 Title   
 著者名 Author
 ISBN(除ハイフン)
 SBCコード   
 
 書名・著者名・SBCコードを入力して商品を探せます
 詳細検索/Avanzada
分野・テーマ
シリーズ・叢書
ショッピングカート
Carrito
全商品表示
カートは空です...
コミックコーナー
グラフィックノベル
コミック・マンガ

Las meninas
作家インデックス
好評です!
スペイン語辞典
全商品表示
Diccionario Medieval Espanol. in 2 vols.
Diccionario Medieval Espanol. in 2 vols.
35,420円(税込)
今月の新着商品
※ 辞書・語学の新着
◆ 文学の新着
◇ スペインの新着
▲ ラテンアメリカの新着
△ ポルトガル・ブラジル新着
★ その他の新着

ブログ
Mineiros de Aljustrel: Acervo documental de sua organizacao e luta. Vol.2
Patricio, Ana M.G.
★ 著者名をクリックすると同じ著者の他の作品が選び出せます
7,128円(税込)

SBC: No. 183395
双書名: 
体裁 : 16 x 23 cm   434 pags.   paper cover  Lisboa
出版社: Colibri, Edicoes
重量 : 0.93 kg
発行年: 2015年    海外発注による取り寄せとなります/ Out of stock
本体価格(税抜) : 6,480円
本の状態 :  

★ 在庫がございません。提携先の海外書籍取次会社を通じて出版社等からお取り寄せ致します。
☆ 海外発注の場合 2020年8月12日 水曜日 に入荷の予定ですが、商品によってはさらに時間がかかることもございます。
★ なお、原価の値上がり、為替相場の変動により価格が変わることがありますので、あらかじめご了承下さい。

Há construções que se sobrepõem a outras construções... Há construções que se podem modificar, destruir e reconstruir de raiz. Há porém uma construção que não pode modificar-se, ser destruída e reconstruída de novo. Que não é propriedade de um só indivíduo, de um grupo de indivíduos ou de uma instituição. É propriedade de um povo! É a construção da História desse povo! História que emana de memórias a cujas raízes ficamos ligados.

Para enriquecimento da nossa imortal memória colectiva neste tempo de em-pobrecimento social, a preservação de memórias, construídas por quem, com suas vidas escreveu longas páginas de combate e resistência, tem que estar resguardada em locais acessíveis à sua divulgação. Porque Livros são facilmente acedidos e locais de excelência para tal divulgação, ainda que não sendo escritora, para evitar a destruição de um quinhão dessas memórias, riqueza inigualável por mim vivida, dos meus herdada, aqui fica Mineiros de Aljustrel – Contributo para a sua História.


INDICE:

Nova dedicatória a gente nova
Advertência

1 – A CONSTITUIÇÃO DO SINDICATO NACIONAL DOS OPERÁRIOS
MINEIROS DO DISTRITO DE BEJA E SUA SECÇÃO DE ALJUSTREL
A criação do Sindicato Nacional dos Mineiros com Sede em São Domingos
A Legalização da Secção do Sindicato em Aljustrel
A Sessão Solene evocativa da criação da Secção do Sindicato em Aljustrel
Início de actividade dos primeiros dirigentes da Secção de Aljustrel
Transferência de Bens das Associações de Classe para o Sindicato Nacional
Acerca de obras efectuadas no Edifício-Sede do Sindicato em Aljustrel
Alterações feitas no Edifício após saída da família residente
As Instalações do Sindicato em São Domingos e o Empenho na Construção de Edifício Própria Sede

2 – A PROPAGANDA DO ESTADO NOVO E A SUBSERVIÊNCIA DOS DIRIGENTES DO SINDICATO NACIONAL
As acções propagandistas e o Sindicato Nacional
O Fundos Corporativos e as quotas suplementares exigidas aos operários
Ainda os Fundos. Solidariedade publicitada, ou propaganda enganosa?
Outra Forma de Propaganda: Distribuição de Fatinhos e Calçado a crianças
Salazar, sócio honorário n.º 1 do Sindicato Nacional dos Mineiros
Mealha abandona a Delegação do INTP em Beja. Os sucessores
Outros factos reveladores do conluio existente entre dirigentes, delegado do INTP e Directores das Minas

3 – A FOME NOS ANOS QUARENTA
Chegada a hora dos sacrifícios só os trabalhadores têm de suportá-los
A paralisação das minas e a complacência das entidades governamentais
Nova Paralisação da Mina
O Tenente da GNR amigo dos mineiros
O jantar dos Mineiros de Aljustrel no Natal de 1940
O subsídio de trinta mil escudos para auxílio aos mineiros desempregados de Aljustrel.
Em 1942 os despedimentos continuaram.
Novo ano, novos despedimentos

4 – A DESLOCAÇÃO DE MINEIROS PARA OUTRAS TERRAS
Envio dos Operários Despedidos para as Minas do Norte
Avançando para 1948
Enquanto operários saíam da terra em busca de pão, outros, queriam regressar, em vão
O desemprego continuou a subir e a deslocação dos mineiros mantinha-se imparável
A emigração no Alentejo em fins da década cinquenta, princípios da sessenta do Séc XIX

5 – INSTITUIÇÕES DE APOIO, AUXÍLIO E ASSISTÊNCIA
A Caixa de Auxílio na Doença aos Operários Mineiros de Aljustrel
O Auxílio na Doença aos Operários Mineiros de São Domingos
A União de Caridade das Senhoras de Aljustrel e outras formas de Assistência
Quanto ao concelho de Mértola
Instituições de Previdência. Breve resenha acerca da sua legalização
Caixa Sindical de Previdência do Mineiros
O Abono de Família
Cooperativas de Consumo em Aljustrel e São Domingos
A Cozinha Económica em São Domingos

6 – INSTRUÇÃO E CULTURA
A Escola do Sindicato Mineiro de Aljustrel
A Cantina Escolar
Entretanto em São Domingos
Biblioteca
O Grupo Coral Dr. bento Parreira do Amaral
Breve referencia a Conferencias sobre Cultura Social
Os Cursos de Formação Corporativa promovidos pelo Estado

7 – SÍMBOLOS DO SINDICATO E OUTROS DOCUMENTOS AVULSO
O símbolos do Sindicato
Os mineiros levavam a foice e o martelo para a mina
Espelhando dia de acidente em terra de minas
Breve nota sobre Outras Empresas Mineiras de Aljustrel
Acerca de Quotas e de Alterações dos Estatutos da Secção
Curiosidades avulsas

8 – DIRIGENTES E FUNCIONÁRIOS DO SINDICATO NACIONAL
Breve apontamento sobre factos posteriores a Abril de 1974
Um Subsídio para a História do Dirigente da Classe Mineira: Valentim Adolfo João
A) Breve apontamento autobiográfico
B) Subsídio para a História (1838-1958)
Um século de vida na exploração das Minas de São Domingos
O visto e o vivido
Organigrama das Actividades Sindicais

9 – ACORDO COLECTIVO DE TRABALHO E SALÁRIOS MÍNIMOS
Início dos Trabalhos para o Acordo Colectivo
O Despacho dos Salários Mínimos para os Metalúrgicos
O Salário Mínimo chegou a Aljustrel

10 – A GREVE DE 1960 DOS MINEIROS DE ALJUSTREL
Operários despedidos em 1959
O despertar do dia 8 de Abril de 1960, despedimentos e paralisação do trabalho
Os presos
A libertação dos presos
O último operário a sair do Sindicato na Greve de 1960
Vários relatos de autoridades locais e governamentais acerca dos acontecimentos

ADENDA
Evolução do número de sócios e contribuintes do Sindicato Nacional (1938-
1973)
Evolução do Fundo Sindical – Secção de Aljustrel e Sede/São Domingos
Quadro dos Corpos Gerentes do Sindicato Nacional dos Op. Mineiros – Secção de Aljustrel

À LAIA DE EPÍLOGO


IMAGE_BUTTON_ADD_WISHLIST




Copyright © 2005 Spain Shobo Co., Ltd.
Powered by Koshoten.net2 (osCommerce)
内容・画像の無断転載を禁じます。
  (有)スペイン書房
〒981-0501 宮城県東松島市赤井字南栄町 5-4
E-Mail: info@spainshobo.com  FAX.(0225) 84-1283